Não Perca

Notícias em bom português e em primeira-mão. Portal de informação que acompanha toda a atualidade noticiosa dos países lusófonos.

O homem que matou a companheira na madrugada de domingo, em Ribeira Alta, no concelho da Ribeira Grande, Santo Antão, foi entregue esta segunda-feira, 13, ao poder judicial e vai aguardar julgamento em prisão preventiva.

O alegado homicida, Ramiro Santos Rocha, mais conhecido por Gadata, esfaqueou Melanie Santos Andrade, a mulher de 19 anos de idade com quem tinha um filho de quatro anos e vai ficar na cadeia da Ponta do Sol até ao julgamento.

As autoridades não adiantaram, até ao momento, as causas que estarão na origem do desentendimento que provocou o trágico desfecho.



O corpo de Melanie Santos Andrade está no hospital regional João Morais a aguardar autópsia.


HF/JMV
Inforpress/Fim
Notícias em bom português e em primeira-mão. Portal de informação que acompanha toda a atualidade noticiosa dos países lusófonos.

O mais recente single de Dynamo está de cortar a respiração. 

"Enquanto N'Respira" foi a forma encontrada pelo artista para partilhar com os fãs "este momento tão feliz da minha vida", escreve Dynamo nas redes sociais. 

"Este video é a forma que eu encontrei para partilhar, com o mundo, este momento tão feliz da minha vida. Espero que gostem... Love you all", lê-se. 

O melhor mesmo é descobrir a boa nova...



Notícias em bom português e em primeira-mão. Portal de informação que acompanha toda a atualidade noticiosa dos países lusófonos.

O presidente da Câmara de Comércio de Sotavento (CCS) afirmou hoje que o sector económico e empresarial continua com os mesmos problemas e que há um retrocesso “muito grande” a nível dos transportes marítimos e aéreos.

Jorge Spencer Lima que falava à Inforpress a propósito do debate sobre o Estado da Nação, agendado para sexta-feira, 27, durante a sessão que encerra o ano parlamentar, disse que as medidas e acções anunciadas pelo Governo “não são visíveis e não tem surtido efeito”, ou seja, “os problemas de ontem são os mesmo de hoje”.

“Apesar de terem sido anunciadas boas medidas, continuamos com os mesmos problemas a nível da burocracia, com o ambiente de negócios estagnado onde a questão do financiamento continua a persentir e a afectar todo o sector económico e empresarial”, afirmou o responsável sublinhando que Cabo Verde continua no fundo da tabela no que diz respeito ao ambiente de negócios.


O presidente da Câmara de Comércio de Sotavento avançou que o Governo está ciente dos constrangimentos que afectam e afligem a economia nacional, e que este é o momento de passar da conversa e colocar em prática as medidas anunciadas, que no seu entender, são muito boas, mas que até agora não são visíveis.

Por outro lado, sublinhou que a situação actual dos transportes aéreos e marítimos tem prejudicado e muito todo o sistema empresarial.

Segundo Jorge Spencer Lima, a nível internacional o país continua a depender dos outros uma vez que não há aviões a operar, enquanto a nível interno se regista um grande recuo, já que houve um aumento exponencial de preços e diminuição grande de lugares disponíveis, ou seja ninguém consegue deslocar-se dentro do próprio arquipélago onde as pessoas, mercadorias e bens continuam trancadas e isolados quer por via marítimo e aéreo.

“Em relação aos transportes marítimos foi lançado um concurso que ninguém sabe o resultado, ou seja, está tudo na mesma”, enfatizou Spencer Lima, classificando o cenário económico empresarial de “muito mau”.

Entretanto, disse esperar que as questões relativas ao sector económico e empresarial sejam discutidas com clareza e a seriedade para que as mesmas sejam implementadas brevemente.

Por: Inforpress