Um cidadão irlandês foi expulso do Lidl, estando agora proibido de entrar nas lojas desta cadeia de supermercados, por ter entrado numa loja Lidl, na Irlanda do Norte, com a sua ovelha de estimação.

Um funcionário pediu a Andrew Dunleavy que deixasse a ovelha “Chops” à porta, o que terá resultado em confrontos. 

Andrew afirma que não se enfureceu, coisa que os funcionários negam, garantindo que tiveram de o expulsar com recurso à força e chamar a polícia, após este os tentar agredir.

"Só discuti com os empregados porque na porta está um sinal a dizer 'proibida a entrada a cães', sem dizer nada sobre ovelhas. Perguntei-lhes qual a política da loja quanto a ovelhas e disseram-me que não havia. De seguida, um funcionário agarrou a Chops pela cabeça, dizendo que ela tinha que sair dali, pois ia comer tudo, que é mentira. Só aí me irritei e comecei a gritar", conta o irlandês. 

O homem acabou por ser detido pela polícia por suspeitas de agressão. “Libertaram-me, mas vou ter de voltar à esquadra para prestar mais declarações. Agora estou proibido de entrar no Lidl”, desabafa Andrew Dunleavy, que acrescenta que a ovelha ‘Chops’ ficou muito abalada e só ‘chorava’ enquanto estavam a detê-lo. 

Foto: Fb/Andrew Dunleavy

Comentar:

0 comments: