O cidadão sueco que a Polícia Judiciária prendeu na segunda-feira, 21, no aeroporto de São Vicente na posse de cinco quilogramas de cocaína, ficou em prisão preventiva, depois de um juiz o ouvir hoje no tribunal do Mindelo.

Em comunicado divulgado no Mindelo, a Polícia Judiciária (PJ) havia informado que o homem, de 67 anos, viajou num voo da TAP proveniente do Brasil e com escala em Lisboa, Portugal.



A polícia científica indicou no comunicado que a droga, de elevada pureza, vinha disfarçada em pequenas embalagens para produtos de beleza.

Esta é a quarta detenção de cidadãos estrageiros que a Judiciária faz em São Vicente entre Junho de 2016 e Agosto de 2017.

Em Julho, a PJ procedeu à queima, na Cidade da Praia, de cerca de 30 quilos de cocaína e quase três mil quilos de canábis, que se encontravam depositados no cofre-forte da polícia científica.



Nos últimos anos, a PJ fez grandes apreensões de droga – os 1500 quilos da Lancha Voadora na Cidade da Praia, 521 quilos em São Vicente, e 280 quilos também na Cidade da Praia.

Inforpress

Comentar:

0 comments: