Uma bebé de quatro meses foi diagnosticada com tricomoníase, uma doença sexualmente transmissível (DST) depois de ter sido violada, no Paraná, Brasil. 

A menina, que está internada no hospital há uma semana, não apresentava sinais de violência física mas os médicos encontraram esperma na vagina da bebé. 

De acordo com o site brasileiro Extra, há três suspeitos: o irmão, de 13 anos, o pai, de 42 e o pai de outra irmã da vítima. Os suspeitos já foram interrogados pelas autoridades e foram recolhidas amostras de ADN para comparar com o sémen encontrado na menina. 



O alerta foi dado pela mãe da menina que dirigiu-se a uma esquadra com a foto dos órgãos genitais da menina. Na imagem era possível ver-se uma secreção "fora do comum".

A bebé foi imediatamente encaminhada para o hospital com suspeitas de uma infecção urinária, mas depois de ser examinada os médicos constaram do que realmente se tratava. A mãe, de 29 anos, foi novamente à esquadra para apresentar queixa mas acabou detida por ter um mandato de prisão por assalto à mão armada cometido em 2015. 

A avó materna foi chamada para prestar depoimento e contou às autoridades que a filha é toxicodependente e que a casa é frequentada por muitas pessoas.



Fonte hospitalar garante que a criança respondeu bem aos tratamentos e deverá ter alta na terça-feira. 

A bebé será reencaminhada para a instituição Pequeno Anjo até que seja decidido se ficará sob os cuidados da avó materna ou de uma tia. /Fonte: CM

Comentar:

0 comments: