Um dirigente de uma associação de vendedores no Zimbabué foi detido na última terça-feira, sob a acusação de ter insultado o chefe de estado Robert Mugabé, de acordo com a sua defesa, uma Organização Não Governamental do Zimbabué para os Direitos Humanos(ZHHR).

Segundo o diário local Daily News, Sten Zvorwadza terá afirmado que não obedecem à decisão do governo de proibir vendedores ambulantes nas ruas da capital, Harare. 



O acusado foi ainda mais longe, afirmando que “os zimbabueanos devem compreender que Mugabe é velho e que é um morto vivo”, continuou.

Sten Zvorwadza contesta, desta forma, a decisão do regime de proibir a venda informal nas ruas de Harare, num país que atravessa uma grave crise económica e com elevada taxa de desemprego.

Comentar:

0 comments: