Mãe terá regado menor com gasolina e ateado fogo.


Uma criança de nove anos morreu carbonizada no município da Matala, província de Huíla, em Angola, alegadamente queimada pela própria mãe, tudo porque o pai não cumpriu da pensão de alimentos.

O caso aconteceu esta semana e apesar de inicialmente se suspeitar que a causa da morte se tratasse de um incêndio, a policia já deteve a progenitora por suspeitas de envolvimento na morte do menor.



De acordo com o porta-voz voz do Comando Provincial da Polícia Nacional, superintendente Carlos Alberto, a suspeita envolveu o menor num cobertor, regou-o com gasolina e ateou fogo, isto porque o pai do mesmo não cumpriu com a pensão de alimentos, avança a Agência Angola Press.

Esta versão contradiz a dos bombeiros que apontava que a irmã do menor teria, por negligência deixado uma vela acesa no quarto. O porta-voz  da Policia Nacional esclarece que se trata efetivamente de um crime.

Segundo Carlos Alberto, o crime aconteceu por volta das 16 horas no bairro Comandante Cow-Boy, no interior de uma residência, sendo motivado pela falta de assistência tratável do pai da vítima. C/ Angop.


Comentar:

0 comments: