A polémica está instalada. Quando tudo parecia estar resolvido, o cabo-verdiano Matchu Lopes, campeão mundial de kitesurf, anunciou que ter a nacionalidade espanhola para poder defender as cores de Espanha. 

Num vídeo publicado nas redes sociais, o desportista, que até agora defendia as cores de Cabo Verde, aparece com a bandeira espanhola, afirmando que não vê a hora de defender as cores espanholas  nas competições que venha a participar. 


“ Chamo-me Matchu Lopes, sou campeão do mundo de kitesurf, e quero ser espanhol”. Talvez a frase mais forte e que muitos cabo-verdianos não estariam à espera. 

Sempre em espanhol, o campeão mundial continua dizendo “não vejo a hora de levar as cores de Espanha aos quatro cantos do mundo e fazer o meu trabalho e ser Embaixador do desporto de kitesurf”, ao lado de representantes de representantes do Grupo Popular Espanhol(PP), em Sevilha.

Recorde-se que devido aos constrangimentos com os vistos, Matchu Lopes tinha vindo a publico reclamar o passaporte diplomático cabo-verdiano, que lhe foi atribuído a 25 de maio de 2017. Por agora desconhece-se as razões que levaram o atleta a ir adiante nesta decisão.

Comentar:

0 comments: