A ministra da Educação, Maritza Rosabal, afirmou hoje que assim como a Escola de Cutelo Gomes, ora inaugurada, somando sete das 19 escolas existentes no concelho de São Miguel até o final do mandato todas serão reabilitadas.

A governante deu esta garantia hoje quando intervinha na cerimónia de inauguração das obras de reabilitação da Escola de Cutelo Gomes, na presença do delegado do Ministério da Educação, do edil Herménio Fernandes, alunos, professores, pais e encarregados de educação.

Maritza Rosabal, que considerou de “especial” esta escola construída em 1976 e que se encontrava em estado de degradação”, por ter sido construída pela comunidade outrora, assegurou que a mesma também deve servir toda a comunidade.



Lembrou ainda a mesma fonte, que os alunos desta escola estão em pé de igualdade com todos os outros do país, tendo em conta que têm línguas estrangeiras e ainda reforço da língua portuguesa.

Aproveitando a presença dos profissionais, avançou que o Governo vai resolver todos os pendentes dos professores, e que as cozinheiras já foram contempladas com um salário mínimo e foram inscritas no Instituto Nacional de Previdência Social.

Por seu turno, o delegado do Ministério da Educação, Austelino Fernandes,  disse que o espaço ora reabilitado vai proporcionar “melhores condições” para que os alunos possam estudar, pedindo-os que zelem pela sua conversação.

“Acredito que se investirmos na educação hoje, amanhã vamos ter uma sociedade mais justa, segura, sadia e competitiva”, defendeu.

Austelino Fernandes anunciou que São Miguel vai ter no próximo ano lectivo 7º ano de escolaridade, facto que vai diminuir os custos aos pais e encarregados de educação e ainda permitir que os alunos fiquem mais próximos de casa.

Por sua vez, o autarca Herménio Fernandes considerou a inauguração das obras de um “investimento importante na educação”, congratulando-se com o esforço por parte do Governo na mobilização de recursos, que, a seu ver, “alterou todo o quadro no que tange à educação no concelho”.

Já os alunos prometeram conservar a escola e ainda a estudarem para que no futuro possam vir a contribuir no desenvolvimento do país.

A escola de Cutelo Grande é composta por quatro salas de aula e tem 106 alunos.

Por Inforpress


Comentar:

0 comments: