Apesar dos apelos das autoridades a situação continua a agravar-se.


Os vampiros continuam a fazer vítimas em Moçambique. Um cidadão foi agredido violentamente na madrugada desta segunda-feira, 30, na vila de Cuamba, província de Niassa, por supostamente pertencer a um grupo dos chamados “chupa-sangue”. Segundo a imprensa local, a situação parece não melhorar, apesar dos muitos apelos dos políticos e da sociedade civil.

A vítima contraiu ferimentos graves na cabeça, encontrando-se a receber tratamento hospitalar. Por suspeitas de envolvimento neste crime, dois cidadãos foram detidos para responsabilização criminal.



Ainda conforme avançam os media locais, a polícia moçambicana, na voz do porta-voz do Comando Provincial no Niassa, prometeu ser implacável caso aconteçam casos similares, apelando à população para terem comportamentos exemplares.

Comentar:

0 comments: