Um jovem de 19 anos entrou numa sala de aula da sua antiga escola em Goiás, no Brasil, e atingiu 11 vezes a tiro uma aluna, de 16 anos, que morreu no local, anunciaram as autoridades.

Rep. Facebook
Com uma máscara, Misael Pereira saltou o muro da escola em Alexania, cidade do Estado de Goiás, e dirigiu-se à sala de aula da vítima, disse o porta-voz da polícia.

Assim que entrou na sala de aula, o suspeito começou a disparar um revólver, com a vítima a ser atingida 11 vezes, acabando por morrer no local, refere o Departamento de Educação em comunicado, que identificou a vítima como Raphaella Noviski Romano, de 16 anos.

Segundo a polícia, na origem do crime terá estado o facto de a vítima rejeitar as abordagens do suspeito.


"A cada tentativa recusada, ele ficou mais zangado e o amor transformou-se em ódio. Há um ano que o suspeito tinha planeado matá-la", disse a inspetora Rafaela Azzi.

Misael Pereira foi detido pelas autoridades que responderam à ocorrência quando tentava fugir do local do crime.

Fonte: jn.pt

Comentar:

0 comments: