Pelo menos 280 mil pessoas vivendo com VIH/Sida no país, de acordo com o Inquérito de indicadores Múltiplos e de Saúde (IINS), realizado em 2015/2016, informou, nesta sexta-feira, a ministra da Saúde, Sílvia Lutucuta.

A governante falava no acto central do dia Mundial da Sida, assinalado nesta sexta-feira, tendo referido que a prevalência de VIH actualmente é de dois porcento, o número acumulado de pessoas com tratamento com anti-retrovirais (TARV),  de 2014 até Dezembro de 2016, é de 69.841 e a cobertura de TARV é de 22 porcento.

Reafirmou que o país reiterou o compromisso com a meta global de eliminação de epidemias de sida até ao ano de 2030, tal como as metas intermédias da ONUSIDA até 2020 o “90/90/90” ou seja diagnosticar 90 porcento das pessoas com VIH, ter em TARV 90 porcento das pessoas diagnosticadas e 90 porcento das pessoas em TARV com carga viral suprimida.  


Realçou que as recomendações internacionais referem para incentivar o trabalho nas comunidades sobretudo em tempos de escassez de recursos, prevendo priorizar acções para o diagnostico das pessoas mais vulneráveis a infecção e utilizar novas estratégias para grupos específicos.  

Segundo ele,  o relatório de prevenção da ONUSIDA 2016 e o documento do conselho da ONUSIDA 2017 realça que ainda existe grandes lacunas na prevenção, aliado à diminuição global de recursos financeiros de doadores.  

Participaram do evento,  membros do Governo, funciionários do Ministério da Saúde, do Instituto Nacional de Luta Contra o Sida, ANASO, representante das Nações Unidades em Angola, activista, ONUSIDA, entre outros convidados.  

Fonte: ANGOP

Comentar:

0 comments: