A instituição demorou vários dias até perceber que o homem não era um médico recém-contratado.




Um canalizador de 31 anos fingiu ser um médico ginecologista e atendeu várias pacientes, incluindo menores de 18 anos, num hospital russo.

Anton Yarin, pai de quatro filhos, ficou sozinho numa sala de tratamento com as mulheres que nem desconfiavam que ele era, afinal, apenas o homem encarregado das canalizações.

De acordo com o Daily Mail, o hospital não informou se o falso médico chegou a realizar exames íntimos às mulheres que "observou".

A instituição demorou vários dias até perceber que o homem não era um médico recém-contratado.



Suspeita-se que Anton Yarin tenha ido ao hospital à procura de um emprego de canalizador, mas, uma vez no edifício, acabou por vestir uma bata branca e fingiu ser médico ginecologista. Terá também dito que era cirurgião e médico nas Urgências.

De acordo com o hospital russo, "nenhuma paciente apresentou queixa".

Nikolay Shaydurov, diretor do departamento médico, indicou que Anton Yarin tinha sido doente naquele hospital e que por isso conhecia os nomes de muitos médicos. "Mostrou-se muito confiante. Acreditámos que era um médico novo", acrescentou o responsável.

A polícia está a investigar o caso, depois da queixa do hospital, mas o falso médico continua em liberdade.

Fonte: DN


Comentar:

0 comments: