O ministro das Finanças desvalorizou hoje as criticas da presidente do PAICV (oposição) à aquisição de mais oito novas viaturas para os novos membros do Governo, alegando que estes têm de ter a mesma mobilidade.

A presidente do Partido Africano da Independência de Cabo Verde (PAICV), Janira Hopffer Almada, criticou, na sua página da rede social, “a falta de coerência” esta postura do Governo por ter adquirido mais oito novas viaturas para os novos membros do Governo, cuja tomada de posse da equipa governamental realiza-se na tarde de hoje na Presidência da República.

Olavo Correia, que falava no final do “I encontro com a Juventude sobre a Economia Digital”, na Cidade da Praia, classificou, as criticas da líder do PAICV como “o falar de pó-de-fósforos”, alegando que o executivo tem ambição maior em fazer de Cabo Verde uma política maior, com uma economia desenvolvida a crescer e a criar rendimento para todo o país.



O governante considerou tratar-se de políticas públicas essências para a construção do futuro, ressalvando mesmo que o Governo está engajado e com ambição e energia para que nos próximos 10/15 anos possa fazer de Cabo Verde um país desenvolvido em todas as suas ilhas.

Em relação á redistribuição da pasta governamental nas Finanças, disse que “esta mudança radical vai fazer com que o país possa ter mais ministro da Economia a cuidar dos serviços e dos investimentos” e colocar de novo ao serviço deste objectivo, esperançado que esta remodelação venha redundar em mais crescimento económico, rendimento e mais emprego para mais cabo-verdianos em todas as ilhas.

A primeira remodelação governamental de Ulisses Correia e Silva é marcada pela entrada de dois novos ministros e seis secretários de Estado adjuntos, sendo que Olavo Correia e Silva vai ser empossado como ministro das Finanças e Administração Pública, coadjuvado por três secretários de Estado, ao mesmo tempo que vai desempenhar as funções de vice-primeiro-ministro.

Por Inforpress

Comentar:

0 comments: