Um sismo de magnitude 7.9 foi registado a 281 quilómetros a sudeste de Kodiak, no Alasca, tendo sido emitido um alerta de tsunami, avançou a agência norte-americana que regista a atividade sísmica.

Conforme o site da USGS, o sismo teve uma profundidade de 10 quilómetros.

Na sequência deste alerta, todos aqueles que vivem junto à costa devem deslocar-se para locais altos ou para o interior, aconselharam as autoridades. O centro de alerta tsunami divulgou um mapa que ilustra as zonas potencialmente afetadas.



O sismo, cuja magnitude foi revista de 8,2 para 7,9 na escala de Richter, ocorreu a 10 quilómetros de profundidade no Golfo do Alasca, informou a agência norte-americana que regista a atividade sísmica (USGS).

O abalo aconteceu às 01h31 (09h31 em Lisboa). Até ao momento não há ainda relatos de danos materiais ou humanos.

Baseado nos relatórios preliminares do sismo, “é possível que surjam ondas de tsunami perigosas”. A Reuters diz também que a agência meteorológica do Japão está a acompanhar a situação mas não emitiu qualquer altera.

De acordo com o Centro Nacional de Alerta de Tsunamis dos Estados Unidos, o alerta abrangeu áreas como a Califórnia e as costas da Colúmbia Britânica e do Alasca, com a recomendação para todos os residentes procurarem refúgio ou zonas altas para se abrigarem. “Há um extraordinário risco de vidas e propriedades”, adianta a BBC.

ZAP // Lusa


Comentar:

0 comments: