A sentença do julgamento que decorre atualmente só será conhecida a 28 de março.


Foto: Pixabay
Carlos Bell, natural do estado norte-americano de Maryland, está acusado de abusar sexualmente de 42 crianças entre os 11 e os 17 anos, com a agravante de que é seropositivo e não usou preservativo durante os atos sexuais.

Os abusos terão ocorrido, segundo a Fox5, entre maio de 2016 e junho de 2017, sendo que o suspeito, de 30 anos, era treinador numa escola secundária, tendo trabalhado também numa escola do ensino básico.

Das 42 vítimas de abuso sexual, apenas 28 foram identificadas, revelam as autoridades, segundo as quais não há, para já, informação de que alguma das vítimas tenha sido infetada com o vírus VIH.



Os investigadores, conta a CNN, encontraram ainda vídeos de pornografia infantil nos pertences do suspeito. “São vídeos que ninguém quer ver”, disse o procurador do Ministério Público Charles County.

A sentença só será conhecida em março, mas o Ministério Público pede uma pena de prisão de 190 anos.

Fonte: Notícia ao Minuto

Comentar:

0 comments: