Um homem, cuja identidade não foi revelada, morreu nesta terça-feira, no Hospital Geral de Benguela (HGB), em Angola, onde estava internado depois de os seus órgãos genitais terem sido arrancados pela própria esposa.


Em declarações à agência de notícias angolana, Angop, esta quarta-feira, o director do Gabinete de Comunicação Institucional e Imprensa do Comando Provincial da Polícia Nacional, superintendente-chefe Pinto Caimbambo, deu a conhecer que o incidente chocante ocorreu domingo no bairro do Quioche, arredores da cidade de Benguela, na sequência de um desentendimento conjugal.



“Após uma briga, a cidadã arrancou os órgãos genitais do cônjuge”, anotou, salientando que a vítima foi encaminhada para o Hospital Geral de Benguela, mas não resistiu aos graves ferimentos e faleceu  nesta terça-feira.

O superintendente-chefe esclareceu que a presumível autora do crime encontra-se foragida, mas diligências já estão em curso para que a mesma seja capturada.


ANGOP

Comentar:

0 comments: