A Polícia Judiciária e Polícia Nacional de São Domingos detiveram esta quarta-feira, 7, cinco indivíduos acusados de terem assaltado um minimercado, localizado no centro daquela cidade do interior de Santiago. Dois dos visados estavam sob Termo de Identidade e Residência por suspeita de envolvimento em um assalto ocorrido no Liceu local.

Este online conseguiu apurar que os presumíveis larápios (foram “apanhados” fora de flagrante delito, após um mandado de captura emitido pela Procuradoria da República. O assalto ocorreu no passado dia 1 de Fevereiro.

Segundo contam nossas fontes, os suspeitos são todos naturais de São Domingos. Estes, ainda conforme nossos informantes, foram “apanhados” por imagens registadas pelas câmaras de segurança do minimercado, antes de terem entrado no espaço para consumar o acto.


“Três ficaram na rua e dois entraram para controlar o momento exacto para agirem. Os que entraram depois estavam com encapuzados. Os bandidos estavam armados”, conta uma testemunha.

É um caso que deixa a população de São Domingos “espantada”, uma vez que o assalto, à mão armada, ocorreu bem no centro da cidade, nas proximidades do BCA e da Câmara Municipal.

Mais grave é que dois dos visados estavam sob Termo de Identidade e Residência (TIR), suspeitos de terem assaltado a Escola Secundária Fulgêncio Tavares, ocorrido em Novembro de 2017.

Os cinco detidos deverão conhecer nesta sexta-feira, as referidas medidas de coação, a serem decretadas pelo Tribunal de São Domingos.

Por: A Nação

Comentar:

0 comments: