O desemprego voltou a crescer no Brasil entre dezembro de 2017 e fevereiro de 2018, atingindo 13,1 milhões de pessoas (12,6% da população ativa), informou hoje o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

No trimestre imediatamente anterior, terminado em novembro do ano passado, 12,6 milhões de brasileiros (12% da população ativa) procuravam mas não encontravam trabalho.

Entre o trimestre encerrado em novembro do ano passado e o que terminou em fevereiro de 2018, o Brasil perdeu cerca de 858 mil postos de trabalho (407 mil empregos no setor privado e de 358 mil no setor público).

Cimar Azeredo, coordenador de Trabalho e Rendimento do IBGE, afirmou que o crescimento da taxa de desemprego no país é um movimento esperado no começo do ano.

"Sempre no primeiro trimestre do ano a taxa tende a subir, pois existe a dispensa dos trabalhadores temporários contratados para as festas de final de ano", disse.

Apesar dos dados negativos, na comparação de dezembro a fevereiro com igual período do ano anterior, quando havia 13,5 milhões de pessoas, houve uma queda de 3,1% ou menos 426 mil pessoas desempregadas no Brasil, concluiu o IBGE.

Lusa/Fim

Comentar:

0 comments: