A Câmara Municipal do Sal escolheu o dia 27 de Março para fazer entrega de uma moradia construída de raiz à Maria Francisca Genoveva, uma idosa da vila piscatória da Palmeira, em homenagem à mulher cabo-verdiana.

A entrega da moradia social, propositadamente, no momento em que se celebrou mais um Dia da Mulher Cabo-verdiana, assinalado anualmente a 27 de Março, insere-se no âmbito do programa municipal denominado “Habitar com dignidade”.

Localizada na última rua a Norte da Palmeira, a moradia entregue no final da tarde desta terça-feira, a Maria Genoveva, de 75 anos de idade, compõe uma sala comum, dois quartos de dormir, uma cozinha, uma casa de banho e um quintal, cujo projecto poderá ser ampliado pela beneficiária, caso assim o desejar.



Considerada uma mulher batalhadora e um exemplo a seguir por todas as cabo-verdianas, o vereador para a área Social da Câmara Municipal do Sal, Jocelino Cardoso disse, em declarações à Inforpress, que se trata de um gesto “marcante”, especialmente para esta senhora em idade de vida avançada.

“No âmbito do projecto Habitar com Dignidade fizemos questão de contemplar a senhora Maria Francisca Genoveva com esta casa, já que vivia em situação de se lamentar. O objectivo desta câmara é fazer as pessoas felizes. E hoje permitimos alguma felicidade a essa senhora, com a realização desse seu sonho”, manifestou.

O projecto “Habitar com Dignidade” arrancou desde o início de mandato da equipa camarária, liderada por Júlio Lopes, tendo beneficiado já, um número considerável de pessoas e “famílias especiais”, particularmente linhagens da Palmeira, por uma questão de justiça, segundo Jucelino Cardoso, responsável camarário para a área social.

“Palmeira nunca foi beneficiada com habitações sociais, e por uma questão de justiça vimos beneficiando gentes daquela localidade, estando programada a edificação de oito moradias sociais, sendo esta a primeira das outras constantes deste projecto”, indicou.

Dona Genoveva visivelmente feliz, agradeceu a câmara pela realização de sonho de casa própria, de uma habitação nova, que “dá prazer”, disse, estar dentro dela.

“Estou muito, muito contente. Não consigo descrever tanta alegria. Obrigada. Que Deus nos conceda a todos vida e saúde”, exprimiu emocionada.

Por: Inforpress

Comentar:

0 comments: