O Ministério Público de Cabo Verde acusou dois agentes da Polícia Nacional de vários crimes, incluindo roubo, sequestro, tráfico de menor, crime de armas, passagem de moeda falsa e lavagem de capitais, foi hoje anunciado.

Os dois agentes da Polícia Nacional estavam sob investigação na sequência da denúncia de um terceiro indivíduo apresentada contra desconhecidos.

"Realizadas todas as diligências de investigação tidas por pertinentes à descoberta da verdade material dos factos, o Ministério Público determinou o encerramento da instrução, deduziu acusação e requereu o julgamento de dois arguidos, ambos agentes da Polícia Nacional e de sexo masculino, com idades compreendidas entre 34 e 36 anos", adianta a Procuradoria Geral da República em comunicado.

Em causa estão, no caso do arguido de 34 anos, um crime de roubo com violência sobre pessoas, quatro crimes de sequestro, um crime de armas, um crime de tráfico de menor agravado, um crime de condução sem habilitação legal e um crime de lavagem de capitais.

O arguido está sujeito às medidas de coação de interdição de saída do país e de termo de identidade e residência.

Ao segundo arguido, de 36 anos, foi imputada a prática de um crime de armas e um crime de passagem de moeda falsa.

O Ministério Público não divulgou se o segundo indivíduo está sujeito a medidas de coação.

Por: Lusa

Comentar:

0 comments: