Elida Almeida com cinco prémios, Blacka com três, incluindo música do ano, e Djodje também com três prémios, incluíndo melhor no palco, foram os mais galardoados nesta VIII gala de premiação da música cabo-verdiana, Cabo Verde Music Award (CVMA).

De volta aos palcos da Assembleia Nacional, a VIII edição dos CVMA, mais uma vez encheu a casa de amantes da música cabo-verdiana para assistir, na noite de sábado, 05,
à distinção dos artistas e para apreciar uma noite de muito glamour e de muita música.

O evento iniciou por volta das 21:50 com o artista Albertino a dar as boas vindas aos presentes com o tema “Sodade”, seguindo-se a atribuição de menção honrosa às personalidades Ga da Lomba, na categoria de artista solidário, Betú como compositor, Fonseca Soares na categoria de profissional de Comunicação Social e Fatboy na categoria de Deejay.



A grande vencedora da noite foi a jovem de Pedra Badejo Elida Almeida, e o seu mais recente álbum “Kebrada”.

Estes juntos conquistaram cinco dos seis prémios em que estavam nomeados, designadamente prémio de música tradicional com “Bersu d´oro”, melhor funaná “ Grogu Caba”, melhor intérprete feminino, álbum do ano e melhor produtor Hernani Almeida com o álbum “Kebrada”.

Apesar de não poder estar presente por motivos profissionais, através da Onieda Cruz representante da produtora Harmonia, Elida Almeida, agradeceu a todas as pessoas que estão à sua volta pelo carinho e dedicação e pelo contributo dado na sua carreira.

Já Djodje, que estava nomeado em cinco categorias foi premiado em apenas três, entre as quais, melhor artista em Palco, melhor Kizomba com o tema “I Love You” e melhor Hip Hop com a música “Akredita” de Batchart feat Djodje.

A artista revelação foi para jovem residente em Portugal, Blacka, que também levou para a casa outro grande prémio da noite, a da música do ano e o prémio melhor Afrobeat, com o tema “Nos Ki tem”.

Sem palavras para expressar a sua gratidão e satisfação, Blacka prometeu continuar a agarrar os seus projectos musicais com mais força e ainda prometeu que no próximo mês de Junho os seus fãs vão ter oportunidade de conhecer o seu novo álbum.



Cremilda Medina com quatro nomeações foi apenas premiada na categoria Morna “Sonho dum Criola”, mas ainda levou, pelo segundo ano consecutivo, o prémio “artista mais popular na internet” da Sapo Awards, enquanto Mário Lúcio, também nomeado em quatro categorias, conquistou apenas a de melhor colaboração com Zeca Nha Reinalda com “Nandinha”.

Sara Tavares com “Coisas Bonitas” arrebatou as estatuetas de ritmo internacional e de melhor vídeo clip com o “ Brincar de Casamento”, e dedicou os prémios à artista Celina Pereira, enquanto Grace Évora foi galardoado com o troféu de intérprete masculino e de melhor coladeira com o “Bo Vice”.

A noite reservou algumas surpresas com o prémio carreira a ser atributo ao artista Tito Paris, que há 36 anos tem sido o embaixador da música cabo-verdiana pelo mundo.

Surpreendido com o prémio recebido, Tito Paris considerou que este prémio reconhece a sua dedicação, o seu trabalho, o seu amor pela música de Cabo Verde e o carinho que recebe do público nos concertos lotados pelo mundo.

Entre actuações de aristas convidados como Eduardo Paim, Carlão, DjeDje, Solange Cesarovna, Tito Paris e os artistas nomeados como Blacka, Johny Ramos, Grace Évora, Desieree Fernandes, a organização dos CVMA reservou um tempo para atribuir um cheque à Escola de Música das Aldeias Infantis SOS de Ribeirão Chiqueiro, no âmbito da sua responsabilidade social.

Ainda, pelo segundo ano consecutivo, entregaram um cheque à Sociedade Cabo-verdiana de Música (SCM) pelas músicas executadas durante esta gala.

Por sua vez, a presidente da SCM, Solange Cesarovna, entregou um outro cheque ao artista Bitori de Nha Bibinha, representado na gala pela sua filha, na execução de música ao vivo durante a VII edição dos CVMA.

Lista dos Vencedores:

Álbum do Ano – ““kebrada” de Elida Almeida;

Intérprete Masculino –Grace Évora “2069”

Intérprete Feminina – Elida Almeida

Música Popular do Ano – “Nos ki Tem” de Blacka

Revelação – Blacka

Videoclip –Sara Tavares “Brincar de casamento”,

Kizomba –Djodje “ILY”

Morna –Cremilda “Sonho dum criola”

Produtor Musical – Hernani Almeida “Kebrada”;

Coladeira – Grace Évora “Bo Vice”,

Hip Hop –Batchart feat Djodje “Akredita”

Actuação ao vivo – Djodje

Funaná- Élida Almeida “Grogu kaba”

Música Tradicional Cabo-verdiana – Elida Almeida” Bersu d´oro”

Colaboração – Mário Lúcio, feat Zeca di Nha Reinalda “Nandinha”;

Afrobeat /Afrohouse –Blacka “Nos ki tem”

Ritmo Internacional – Sara Tavares “Coisas bonitas”

Por: Inforpress

Comentar:

0 comments: