Cabo Verde como país seguro anunciado pelo Governo demora a efetivar-se e, prova disso, é que mais um jovem perdeu a vida, vítima da violência que assola o país e, neste caso, a cidade da Praia em particular. Rudy Vieira Moreira, de 22 anos, morreu esta quarta-feira, 13, após ser baleado por um tiro disparado de uma arma de fabrico artesanal, os tradicionais “boca bedjo”, em Lem Cachoro, cidade da Praia, informou a Polícia Nacional (PN).

Conforme uma nota da Policia Nacional, o crime aconteceu por volta das 22:30. A vítima, natural do concelho de Santa Cruz e que residia no Paiol, chegou a dar entrada, ainda com vida, no Hospital Agostinho Neto.

Rudy Vieira Moreira chegou nos serviços de urgência do Hospital da Central da Praia com ferimentos na zona lombar, provocados pela agressão a tiro da referida arma de fogo, mas acabou por não resistir.

A PN informou ainda que a Esquadra de Piquete deteve, ainda ontem, um outro jovem, de 18 anos, como suspeito pelo homicídio de Rudy. Este, informa a mesma fonte, já foi entregue ao Tribunal da Praia “para os devidos trâmites legais”.

C/ Inforpress


Comentar:

0 comments: