O presidente do Serviço Nacional de Protecção Civil e Bombeiros (SNPCB) garantiu hoje à Inforpress que todas as medidas preventivas já foram tomadas para a passagem da depressão tropical, que deverá ter maior incidência nas ilhas de Sotavento.

Renaldo Rodrigues disse que todas as autarquias já estão preparadas e os agentes da protecção civil já estão em estado de alerta, esperando a evolução da situação e de informações mais precisas.

De entre essa medida preventiva, o responsável indicou a questão das embarcações de pequeno porte que foram avisadas para não fazer-se ao mar, alerta às populações que vivem em zonas riscos, como as construções em ribeiras, em encostas e as que vivem em habitações metálicas (casas de latas).



Paralelamente a isto, apontou a questão dos cabos de alta tensão com as ligações clandestinas, que segundo Reinaldo Rodrigues, podem constituir-se em situações risco.

Informou, contudo, que há possibilidade de transferência de militares para algumas ilhas dependendo da evolução da depressão tropical, isto, no caso de atingir as ilhas de Barlavento.

O Instituto Nacional de Meteorologia e Geofísica (INMG) alertou quinta-feira para a passagem de uma depressão tropical durante a manhã desta sexta-feira em todo o arquipélago, com maior incidência nas ilhas de Sotavento.

O comunicado enviado à Inforpress, aponta que o estado do tempo no arquipélago, durante este dia será condicionado pela passagem duma depressão tropical, com “período crítico” na noite de 31/madrugada e manhã de 01, registando-se ventos fortes, grandes ondas, aguaceiros ou chuva moderada a forte, acompanhada de trovoada.

Segundo a mesma nota, prevêem-se ventos fortes em todas as ilhas, muito intensos com rajadas em Sotavento, forte agitação marítima inicialmente com ondas de Nordeste, rodando para Este e depois Sul, atingindo 4 a 6 metros em todas as ilhas, acima desses valores em sectores críticos a sul do arquipélago.

Inforpress/Fim

Comentar:

0 comments: