O coordenador político nacional do Partido Social Democrático (PSD), José Rui Além, considera que houve uma “precipitação na proclamação da Independência de Cabo Verde em Julho de 1975.

“Nós estaríamos muito melhor se não tivéssemos sido governados por indivíduos analfabetos que vieram das matas para destruir o nosso país”, afirmou aquele responsável político em declarações à Inforpress, comparando a realidade, diz ele, que hoje o arquipélago vive com outras do Atlântico, nomeadamente a dos Açores e da Madeira.

O dirigente dos sociais-democratas defende, porém, que o seu partido “não é contra a Independência do país”, por ser hoje uma “realidade que não se pode negar”.

Segundo ele, o 26  de Agosto é uma data que devia merecer atenção no calendário dos feriados nacionais, porque, na sua perspectiva, foi nesse dia que foi assinado o acordo para a independência de Cabo Verde e “não um apêndice da Guiné-Bissau”.

Por: Inforpress

Comentar:

1 comments:

  1. Qualquer um dos que vieram das matas da Guiné Bissau e que dirigiram este país eram e continuam a ser superiores ao atual coordenador do PSD, partido este que na prática não existe.

    ResponderEliminar